Os jogadores assíduos do Cartola sabem da dificuldade de escalar os 12 a cada rodada. Você participa de uma liga. Quer subir de posição. Ultrapassar seu adversário. A rodada está cheia de clássicos.  E agora? E agora que, se você quer mesmo apostar em algum jogador do clássico, é bom não escalar a defesa de nenhum dos times. A melhor opção (ou a menos pior) é escalar o ataque. Afinal, não vamos correr o risco de escalar o Denis contra o Corinthians e perder pontos , não é mesmo?

A verdade é que cada rodada é um quebra-cabeça. Você ganhou 10 pontos na última e se acha o dono da grana. Começa escalar o time. Goleiro. Zagueiros. Laterais. Meias. Ops. Acabou o dinheiro. Ainda faltam os atacantes e o treinador! É obrigado a vender metade dos jogadores para conseguir fechar a escalação. Agora prefere os mais baratos. Até 9 cartoletas. Opa! Time fechado! Mas…Calma… PARA TUDO! Sobraram 10 cartoletas! Ah, não! Vai contra as regras pessoais e espirituais deixar sobrar dinheiro! E este é o momento em que você vende alguém para comprar outro alguém mais caro. Pronto. Time fechado (de novo). Dessa vez seus olhos brilham ao ver o patrimônio zerado (ou perto disso) e fica feliz em saber que pode dormir sem peso na consciência.

Jogar Cartola é viver um mar de emoções. O Grafite é o matador. Há rodadas ele faz gols enlouquecidamente. Todo mundo se enriquece, menos você. Então decide usar 25% do dinheiro para comprá-lo. E adivinha? Ele decide não fazer mais gols e te deixa no negativo. Valeu Grafite!! E tem aquele zagueirão. Que você nunca escala. Mas nessa rodada o jogo é fácil. Decide escalar. Quando a rodada acaba, você não acredita! O “zagueirão” fez gol contra. Depois dessa, pensa em desistir de jogar! Ou ainda, aquele atacante que você escalou e marcou gol. Uma pintura. Você pula, grita, se emociona. “Vem, cartoletas!!”. Mas o jogador corre para comemorar e…  Tira a camisa! O juiz manda logo um cartão amarelo para o autor do gol! “Tchau, cartoletas… …”.

O pior de tudo no Cartola é ter que apostar no rival do seu time. Nada de clubismo na hora da escalação. Eu sei. É de partir o coração. Mas às vezes é necessário escalar o craque do seu rival. E como se já não bastasse, torcer para que ele marque um gol!!! Mas, fazer o quê? O importante é ganhar pontos! Isso é Cartola!